O Diabo loiro, olha além da janela…

Artes é sua alma, música sua respiração e matemática seu calcanhar de Aquiles. Enigmática, apaixonada por vermelho, sinestésica, observadora, calculista e estrategista. Resumindo tudo em: ” Omnia Vincit ” (tudo vence).

“Sim sou eu mesmo, tal qual resultei de tudo…

Baste! É a impressão um tanto ou quanto metafísica…

…Sou eu mesmo, a charada sincopada

Que ninguém da roda decifra nos serões de província.

Sou eu mesmo! Que remédio!…” Sou eu – Fernando Pessoa

Anúncios